Edição 12

Músicas

A pedagogia do encantamento

José Airton é um cantor e compositor muito comprometido com a cultura pernambucana. Gravou 7 discos, todos para o público infantil. Sua formação musical é autodidata, mas o seu grande diferencial é que propõe um trabalho com base pedagógica, chamado Pedagogia do Encantamento.

Nessa proposta, ele utiliza como recursos primordiais a poesia e a música, pois acredita que tenham uma função socializadora, além de serem instrumentos que fazem com que a oralidade esteja sempre presente, especialmente na pronúncia das palavras.

A poesia, por ter ritmo e cadência, chama a atenção da criançada que, naturalmente, desenvolve a musicalidade. Fato que pode ser comprovado pelo trabalho em sala de aula com seus livros, que vêm acompanhados do CD. Propositalmente, o CD tem a maioria das músicas gravadas, mas não todas. Chega um momento em que a poesia está lá, mas a música, não. É nessa hora que podemos perceber que os pequeninos já sabem lidar com a música, porque passam a desenvolver, espontaneamente, a musicalidade da poesia, mesmo sem ter escutado a poesia em forma de canção.

Outro fato que chama atenção no seu trabalho é a preocupação com os conteúdos didáticos e a reescritura das letras de cantigas para que fiquem “politicamente corretas”. “Sou um formador de leitores”, afirma Airton, enfatizando a possibilidade de se trabalhar a música e a poesia juntas como recurso para o processo de letramento das crianças.

A Pedagogia do Encantamento ainda propõe uma formação diferenciada, que consiste em “valorizar a sensibilidade, despertar a auto-estima, pois o que se desenvolve primeiro nela (na criança) é o sentimento e não o raciocínio. Enfim, tocar o outro pelo sentimento e não pelo olhar”, segundo Airton, e continua: “Quando você está falando com uma criança, questionando seu comportamento, ela dá mais atenção à sua atitude, à sua postura e ao seu exemplo do que ao seu discurso”.

A música deve ser explorada de todas as formas, por inteiro, desde a sonoridade até a letra. Isso facilita o processo de educar a criança, pois desenvolve o seu senso crítico e ela passa a ter uma visão inteira, completa, da realidade.

A música traduz muita coisa, ela é carregada de emoção e não de razão. O homem só chega aonde os sentimentos o levarem. Portanto, ninguém é um grande profissional se não for apaixonado pelo que faz, e é esta paixão que faz a diferença nos discos de José Airton.

José Airton – cantor e compositor
(81) 9153.5843 / 3231.0777 / 3227.3797

Alquimia Maluca
Mangaba Produtos

Cantigas de Roda
Editora Construir

Caras e tipos
Edições Bagaço

Frevo Ação
Torre Studio

O Último trem do forró
Edições Edificantes

Parlendas e cantigas de roda
Edições Edificantes

cubos