Edição 07

Matérias Especiais

Corpo mente e consciência

O comportamento humano responde as pulsões de sobrevivência e de transcendência, que estão intimamente ligadas. Vai além de comportamento orientado pelo cérebro. Existe algo mais: a mente, que tem intrigado os filósofos desde a Antigüidade, e a consciência, igualmente intrigante.

Onde se situam mente e consciência? No cérebro, que vem sendo tão bem estudado pelos neurologistas? Ou no que se costuma chamar inteligência, hoje estudada no âmbito de uma disciplina que se denomina inteligência artificial? E o que é inteligência? Cérebro mente, pensamento, inteligência, consciência são alguns dos termos usados para se escapar do dualismo corpo/mente.

As teorias vão surgindo, vão sendo aceitas ou recusadas, algumas são marginalizadas e outras refutadas. Algumas idéias, que são aceitas por se desviarem pouco das anteriores, tornam-se as novas explicações e encontram seu espaço nas universidades. Outras idéias desviam-se dos chamados paradigmas e criam novos.

Jamais o planeta e a humanidade como um todo se viram tão ameaçados. Cinicamente propõe-se, em nome de um necessário equilíbrio econômico, um pacto social mediante o qual se possibilitará a transformação de uma miserabilidade chocante e intolerável em uma miserabilidade aceitável de 80% da população mundial em convivência com a opulência e a ganância de estimativamente 1% dessa população. O preço dessa transformação não é pago pelo estimado 1%, mas pelo continuado saqueio da natureza, cujo protesto, evidenciado pelas mudanças climáticas e outras alterações ambientais, não vem sendo ouvido.

Pergunta-se se essas críticas devem significar um basta às reformas sociais econômicas que conduzem ao progresso. Não, pois as reformas são necessárias. Mas só podem ser admitidas se amparadas por princípios éticos inequívocos, refletindo o despertar de uma nova consciência.

cubos