Edição 102

Dicas de leitura

Dicas de leitura

Crer ou Não Crer: uma Conversa sem Rodeios entre um Historiador Ateu e um Padre Católico

O que pode dizer um homem que fez o voto de se dedicar a Deus a outro que está plenamente convencido de que Deus não existe? O que pode ouvir um crente de um ateu? O que pode aprender? São questões assim que guiaram o encontro entre Padre Fábio de Melo e o historiador Leandro Karnal e resultaram nesse livro. Um debate rico e respeitoso entre um cético e um católico que oferece uma referência importante aos brasileiros crentes e não crentes.

Com coragem para provocar um ao outro e humildade para aceitar os argumentos, os autores discutiram pontos fundamentais como, por exemplo, se o mundo é melhor ou pior sem Deus e se a religião ajuda ou atrapalha. Questionaram o quanto a fé faz falta e discutiram as esperanças, os medos e a morte no horizonte de quem crê e de quem não crê. Não se prenderam à tradicional polêmica da existência de um Deus. Foram muito além para tentar entender o que faz uma pessoa acreditar e confiar em uma vida eterna e o que leva outra a duvidar e renunciar ao conforto de uma religião.

Os dois autores brasileiros se inspiraram no livro Em que Creem os que Não Creem?, feito a partir de cartas trocadas entre o escritor italiano Umberto Eco e o cardeal de Roma Carlo Maria Martini. Mas a conversa entre os dois intelectuais italianos tinha um caráter mais epistolar, um tanto acadêmico. Crer ou não crer é o resultado de muitas horas de conversa entre um dos padres mais amados do País e um dos mais populares historiadores. Uma obra que irá agradar e enriquecer milhares de leitores.

Pe. Fábio de Melo e Leandro Karnal

Todos contra Todos

Podemos até não viver no paraíso, mas passamos muito longe do inferno: o Brasil é uma terra sem furacões ou terremotos, sem guerras civis ou genocídios, sem violência ou racismo. Um país sem ódios nem preconceitos. Nesse livro, Leandro Karnal mostra que esse quadro pintado em cores ternas não resiste ao teste da História. É uma de nossas ilusões, realimentada ao longo de séculos.

Todos contra Todos escancara a polêmica das palavras que ferem, a natureza das reações raivosas dirigidas ao outro e o porquê de escondermos de nós mesmos a adesão às pequenas e grandes maldades do dia a dia.

Com a marca da fala fácil e envolvente que o transformou no historiador mais pop do Brasil, Karnal não só disseca a natureza do ódio, da violência e do preconceito brasileiro, como explora as origens de um sentimento universal que negamos e odiamos sentir.

Leandro Karnal
cubos