Edição 20

Dicas de leitura

Dicas de leitura

Psicanálise e educação

Nessa travessia para a cultura, professor e aluno podem situar-se no desfiladeiro do desejo, experimen-tando o inevitável: o perigo e a beleza do canto da sereia. Podem partir em busca de uma “Ítaca” que se faz tessitura de um manto, metáfora de uma outra tessitura — o processo educativo, que carrega uma tradição, uma história, um passado, e está sempre na incerteza e na incompletude do tecer.

O livro destina-se a professores e alunos de cursos de Pedagogia e Psicologia, nas disciplinas básicas e/ou optativas, e de cursos de pós-graduação e especialização em Psicanálise e Educação. Destina-se, também, ao aperfeiçoamento profissional de educadores em geral. É instrumento básico em grupos de estudo sobre Psicanálise/Educação, no aprofundamento de conceitos psicanalíticos sobre sedução, processo edípico, repetição e diferença, educação escolar e educação em geral à luz da psicanálise, relação educativa, etc.

Autora: Maria Joana de Brito D’Elboux Couto
Editora: Avercamp

Adolescência na escola – soltar a corda e segurar a ponta

Os livros da série Educador em Formação destinam-se ao edu-cador que deseja ampliar e enriquecer seu trabalho ou que se sente inseguro, em determinadas situa-ções, quanto ao que fazer em sala de aula.

Nenhum deles apre-senta fórmulas de trabalho na escola nem propõe este ou aquele modelo de metodologia; voltados para professores das diversas disciplinas dos Ensinos Fundamental e Médio, pretendem dar instrumentos de reflexão e questionamento, com vistas ao aperfeiçoamento da prática didático-pedagógica.

Adolescência na escola — soltar a corda e segurar a ponta constitui importante material de apoio para os educadores, propondo reflexões que podem ter influência positiva na maneira de eles se relacionarem com os jovens. A partir de problemas apresentados por professores em grupos de estudo e com base na teoria psicanalítica, a autora lança indicadores fundamentais para a compreensão de alguns elementos que estão em jogo nesse relacionamento. Mais que isso, aponta saídas que, se não são “fórmulas mágicas”, constituem pontos de partida. É, sem dúvida, um valioso instrumento para professores, inclusive do Ensino Superior.

Autora: Margarete Parreira Miranda
Editora: Formato

Cidade educadora – princípios e experiências

A coleção Cidades Educadoras, uma iniciativa do Instituto Paulo Freire e da Oficina Regional das Cidades Educadoras da América Latina, é integrada por uma série de textos que terão como eixo central de estudos o Programa da cidade educadora, expresso na Declaração de Barcelona e ratificado no congresso internacional desta cidade no ano de 1990.

Esta coleção foi lançada durante o Fórum Mundial de Educação em São Paulo, que aconteceu de 1º a 04 de abril de 2004, marcando para essa cidade, que completou 450 anos, o desafio de se tornar cidade educadora e de reiterar a sua busca permanente por justiça social e educação com qualidade social para todas as pessoas. Este primeiro volume apresenta uma coletânea de textos sobre a cidade educadora, seus princípios e algumas experiências que se sucederam desde a Declaração de Barcelona.

Autores: Moacir Gadotti, Paulo Roberto Padilha, Alícia Cabezudo
Editora: Cortez

Como as crianças pensam e aprendem – os contextos sociais do desenvolvimento cognitivo

Este livro é uma síntese criativa de tudo o que se sabe sobre o pensa-mento e o apren-dizado das crianças. David Wood explora em Como as crianças pensam e aprendem todas as teorias e discussões sobre o aprendizado infantil e examina as implicações da pesquisa para a prática de sala de aula, especialmente quando se detém nos problemas que os professores enfrentam para trazer a teoria e a pesquisa para o cotidiano da prática de ensino. Aqui são discutidas todas as teorias da aprendizagem e do pensamento formuladas e exploradas ao longo dos últimos vinte e cinco anos, em ligação com o trabalho de gerações anteriores de estudiosos e professores.

David Wood é professor de Psicologia na Universidade de Nottingham.

Autor: David Wood
Editora: Loyola

Ofício de professor – aprender mais para ensinar melhor

O mais inovador material de capacitação de professores: Ofício de professor. Uma coleção com nove volumes, elaborada pelos maiores especialistas em educação do Brasil.

Fundação Victor Civita
Editora: Abril

A educação e a paz

Publicada pela primeira vez em 1949, a obra A educação e a paz permanece atual, pois o homem ainda não aprendeu a viver em paz, embora já estejamos no terceiro milênio. Maria Montessori evoca aqui uma educação que possibilite o desenvolvimento do que há de melhor em cada indivíduo, abandonando a priorização da posse material, de modo que, ao estar bem consigo mesmo, o indivíduo possa conviver melhor com os demais, respeitando as diferenças.

O homem ainda está em busca de soluções relacionadas a ideologias políticas e a ciências econômicas, mas se esqueceu de buscá-las em uma educação que valorize o indivíduo harmonizado consigo mesmo e com o universo — a solução definitiva para a construção da paz. Nesta obra, encontram-se compiladas as conferências em que a educadora defende essa proposta educacional, que há de provocar uma grande transformação nas relações humanas, no sentido de que saibamos nos compreender e nos amar como irmãos.

Temos ainda muito a aprender com essa admirável educadora — indicada uma vez ao Prêmio Nobel da Paz — e com esse trabalho magnífico em prol de uma educação para a paz!

Autora: Maria Montessori
Editora: Papirus
cubos