Edição 14

Editorial

Editorial

“Somos água”, “Água, fonte da vida”, “Ser fonte, ser água!” O que está por trás de cada uma dessas afirmações? Somente o desejo do poder consumi-la? A preocupação em preservá-la? Consumi-la desmedidamente, lavando calçadas ou olhando despreocupadamente a torneira que acabamos de usar e que deixamos gotejando? Organizar campanhas de preservação de suas fontes, controlando os seus gastos ou tornando-a bandeira de interesses político-partidários?

Água é bem comum! É de uso de todos.

Precisamos, sim, despertar a consciência de uma “Cultura de Cooperação”. Fazer cada um pensar que, no gole de água que se bebe, no líquido que sutilmente toca nosso corpo na hora do banho, está também a necessidade do outro. Já é triste pensar que no banho está também a necessidade do outro. Já é triste pensar que um bem colocado no planeta com fartura e abundância deva ser medido, quanto mais desperdiçado!

Para você refletir sobre o tema que será o marco da Campanha da Fraternidade – 2004, Água, Fonte de Vida, abrimos nossas páginas com poemas que são de palavras mágicas, com ações concretizadas, com projetos e muitas discussões entre alunos e professores, dentro e fora da sala de aula. Ainda sobre o tema Água, Fonte de Vida, apresentamos o texto A Carta da Água, que será, para você, um despertar para uma transformação de vida. Conheceremos, ainda, no Livro da Vez, a obra da autora Therezinha M. L.da Cruz. Teremos uma importante entrevista com o cantor e compositor Guilherme Arantes, autor da música Planeta Água. Encerrando o tema central, pesquisamos para vocês, através do projeto Água na Boca, indicações de atividades que podem ser estruturadas em projetos temáticos nos diferentes ciclos escolares.

É meta da Construir Notícias traçar objetivos definidos e organizar matérias que nos levem a pensar que precisamos ter coragem de realizar mudanças e que essas mudanças precisam acontecer principalmente dentro de nós.

Apresentamos, nesta primeira edição do ano, quatro belos projetos que servirão de referência para o desenvolvimento de vários trabalhos escolares. Dentre eles, dois projetos foram os trabalhos apresentados pelas professoras homenageadas nesta edição, na seção Professor Construir, e ganhadoras do Prêmio da Fundação Orsa e MEC – 2003: Ana Lúcia Hilário dos Santos – Recife, na categoria Qualidade na Educação Infantil; e Jaqueline Maria de Souza Dias – Manaus, na categoria Incentivo ao Ensino Fundamental.

Entre as novidades, a equipe editorial, pensando no desenvolvimento do professor, apresenta, como mudança, a criação de mais duas seções: Em discussão e Profissionalismo.

Na seção Em discussão, nossa intenção é ampliar o conhecimento sobre as questões prioritárias no processo de mudança da educação, através de fundamentações científicas e práticas de sala de aula, tratadas por estudiosos. Para nossa primeira matéria nessa seção, convidamos a Dra. Heloísa Bastos, tratando do tema Disciplinaridade: Multi, Inter e Trans.

Na seção Profissionalismo, nosso objetivo é manter o professor informado sobre questões que dizem respeito ao seu desenvolvimento e ao fortalecimento de sua imagem profissional. Nosso primeiro tema foi A voz como ferramenta de trabalho do professor. A fonoaudióloga Hélida Maia nos presenteia com orientações riquíssimas, do uso adequado à prevenção.

É na seção Ambiente-se que você encontrará dicas para economizar água e, ao abrir uma e outra página, você, caro professor, vai ter em mãos um rico material para ser trabalhado em sala de aula, tendo a oportunidade de conhecer, nas obras de Monet, os efeitos luminosos sobre as águas.
Para a sala de aula, tivemos o cuidado de orientar quanto à volta às aulas, com informações básicas sobre como iniciar o ano, estabelecendo boas relações com alunos e pais, e sobre o exercício da cidadania, através do hasteamento da bandeira nacional.

Como comemoração, não poderíamos esquecer a grande manifestação cultural que é o carnaval. E, para isso, vamos pesquisar, com nossos alunos, as origens e diferenças dessa festa no Brasil.
Aos senhores professores, queremos informar que continuaremos trabalhando para vocês transformarem o ambiente escolar num espaço de prazer e desenvolvimento.

cubos