Edição 39

Editorial

Editorial

Prezado Educador,
Prezada Educadora,

“Por que nos contentamos com viver rastejando, quando sentimos o desejo de voar?”
Hellen Keller

“Aprendizagem é ação. Do contrário, é só informação.” A frase é de Albert Einstein e reflete bem um problema comum em sala de aula. A Construir Notícias, uma publicação pensada, pautada, escrita e ilustrada com o objetivo de trazer o mundo para a escola, acredita que só aprende quem faz, pois apenas escutar o professor não permite ao aluno aprender a lição. Ele precisa fazer algo com aquela informação adquirida. Ele precisa ter competências para saber que a educação caminha para a diversidade, para o respeito às diferenças e às aptidões individuais.

Pensando nisso, a Construir Notícias apresenta, neste número, como tema principal Competências – Um desafio a conquistar, assunto tão falado e discutido nos meios escolares, dentro da concepção do estudioso francês Philippe Perrenoud.

Confira o artigo apresentado por Fernando Cadima e saiba como trabalhar de maneiras específicas as dez novas competências para ensinar.

Além desse trabalho, podemos nos atualizar com outros artigos, como o que fala de um dos nossos mestres — Edgar Morin: Um Sujeito Múltiplo para uma Educação Complexa, de Maria da Conceição de Almeida; além de Pedagogia do Fingimento, de Nildo Lage; Quebrando Paradigmas, de Berwan Alcoforado; Como Identificar as Habilidades Leitoras, de Vicente Martins; A Poesia Fazendo Parte do Dia-a-dia, da Profa. Janaína Darós; Ensinar a Pensar, de Marise Nancy de Alencar; e Desafio e Entusiasmo Como Estratégias de Aprendizagem, do psicólogo Armando Correia de Siqueira Neto, e outros.

img editorialNa seção Fala do Mestre…, teremos a entrevista do antropólogo Kabengele Munanga, feita exclusivamente para a Revista Raça em outubro de 2007, que irá nos ajudar a compreender ainda mais a Lei nº 10.639/03, que obriga as escolas das redes particular e pública a incluírem a história e a cultura afro-brasileira e africana nos currículos da Educação Básica do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Esse artigo refere-se à identidade étnica da criança, procurando mostrar, também, a configuração que a valorização da identidade vai assumindo em diferentes momentos da luta, processo no qual a recuperação das raízes culturais adquire cada vez maior importância.

Outras novidades virão ao longo desta revista. Espero que você as aproveite ao máximo.
Por último, espero encontrá-lo e encontrá-la na próxima edição, porque teremos mais novidades interessantes para sua prática escolar.

Um grande abraço,

assinatura

cubos