Edição 87

Editorial

Editorial

Prezado Educador,
Prezada Educadora,

Neste número, a CN faz uma homenagem à grande poetisa Cora Coralina, no mês dedicado à poesia (cujo dia é 14 de março).

Parafraseando a poetisa, somos convidados a refletir o tema Educadores: removendo pedras, semeando flores. Pensando neste tema, resolvi enumerar algumas pedras que podem estar presentes na vida de todo educador:

•Carga horária intensa
•Ausência da família
•Indisciplina
•Salário baixo
•Falta de formação continuada
•Bullying

Dentre tantas atitudes necessárias para que o professor se torne um semeador de flores, é importante destacar que seja capaz de:

•Despertar futuros, criar gente que pensa, aprende, faz, avalia e refaz tudo de novo, se for necessário.
•Garantir que todos os alunos tenham sucesso na sua trajetória escolar.
•Admitir que cada criança é um indivíduo com direitos que devem ser ouvidos e respeitados.
•Possibilitar que cada aluno reconheça seu potencial e orientar os passos para um pleno desenvolvimento de suas aptidões.

Continuando a essa reflexão, direcionemos o nosso olhar e o nosso coração ao que nos diz o poeta Aluísio Cavalcante Jr.

Se me restasse mais uma aula
Aluísio Cavalcante Jr.

Como seria esta aula?
Eu aprenderia, antes de iniciá-la,
o nome de cada aluno.
Observaria o brilho de cada olhar
e o encanto de cada sorriso.
Então, a última lição ensinada
seria cuidadosamente planejada,
para não apagar, de cada aluno,
seu brilho e encanto.

Esta aula falaria de solidariedade, de amizade e respeito.
Falaria de coisas simples e úteis para a vida.
Falaria da responsabilidade de dedicar a lição aprendida
para a construção de um mundo de amor, de paz e esperança.

Não se perderia tempo com ensinamentos inúteis.
Com competição e egoísmo.
E, ao final dela, nos abraçaríamos e sorriríamos.
E escreveríamos poemas sobre o presente.
E iríamos para as ruas
falar de solidariedade.
E correríamos para as nossas casas
para abraçar nossa família e amigos.

Mas não é preciso esperar a última aula.
Nem tampouco buscar a justificativa do impossível.
Pois, das dificuldades do presente,
nasce o professor que transforma o mundo.

Um grande abraço.

assinatura

cubos