Edição 47

Ambiente-se

Educação Ambiental como parte integrante no ensino de Física do Ensino Médio

Alexandre Sérgio Alves Ferreira, Giseide Maria Ferreira dos Santos, Maria Marly de Oliveira

educacao_ambiental

O presente trabalho trata de uma abordagem sugestiva aos autores de livros didáticos do ensino de Física em adicionais de textos ou artigos complementares em capítulos da Física. Sendo fruto de uma necessidade dos professores dessa área contextualizar, exigir e interferir organizadamente na política do meio ambiente e desenvolvimento sustentável, já que esse problema é parte integrante de temas transversais nos ensinos Fundamental e Médio proposto pelos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Educação Ambiental nos terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental.

A Física, por natureza, é uma ciência fundamental, de conteúdo vasto, abrangente, sem fronteira bem definida que nos permite realizar, em base científica, uma leitura universal do cosmo e seu processo evolutivo, nos permite entrar no mundo dos átomos, isto é, no mundo das partículas subelementares que constituem matéria, a energia das ondas. O estudo foca a Educação Ambiental como parte integrante no ensino de Física do Ensino Médio; é uma temática em que há uma preocupação docente dos físicos no ambiente escolar.

Metodologia

A pesquisa foi realizada pelos alunos da Pós-graduação do Ensino das Ciências da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), com três professores do ensino público e um do ensino particular, do Colégio Equipe e do Colégio Estadual de Olinda.

Os professores responderam a um questionário sobre o tema em questão, na sala de aula e nos livros didáticos de Física.

Foram aplicados os seguintes procedimentos metodológicos:

Identificação de professores de Física com Licenciatura em Física do Ensino Médio.
Aplicação de um questionário com quatro questões abertas. Resultados e Discussão

A pesquisa, desenvolvida com professores licenciados em Física, foi sobre o tema Educação Ambiental no Ensino de Física.

educacao_ambiental2

Os professores responderam as seguintes questões:

1. O tema Meio Ambiente é trabalhado nos livros de Física?

2. A sustentabilidade é trabalhada de forma articulada no ensino de Física?

3. Você concorda ou não que o tema Meio Ambiente exista no livro didático de Física?

4. De que forma devem ser trabalhados os temas Meio Ambiente e Sustentabilidade no ensino de Física? Justifique.

Assim procedendo, os professores de Física responderam o seguinte:

1. “Não, encontra-se pouco sobre esse tema. Quando aparece, aparece num comentário mínimo.” “Não, raramente, deveria ser mais explorado.”

“Os autores dos livros de Física não se preocupam em fazer uma inovação no seu conteúdo, mas, sim, trabalham com conteúdos tradicionais, isto é, com Física, matemática de fórmulas e equações.”

2. “Não, a Física não trabalha muito bem com a ideia de recursos não renováveis, pois se preocupa muito com as leis de conservação.” “Não, pois as situações são muito descartáveis. A Física ainda é estudada de forma tradicional e descontextualizada.”

3. “Sim, a Física do Ensino Médio deve se dedicar a dar subsídios aos estudantes para tomarem decisões sobre esse tema.” “Sim, a questão pode ser trabalhada de maneira diferente. Como a Física é a ciência que estuda os fenômenos da natureza, nada mais certo do que inserir esse tema dentro de seu livro didático, até mesmo porque hoje há uma preocupação geral com o meio ambiente, como, por exemplo, a questão do aquecimento global, que causa problemas ambientais.”

4. “Livros didáticos, aulas de campo, palestras, atividades interdisciplinares, feira de ciências. De maneira mais plausível, ou seja, de maneira mais aplicada.”

“Oficinas pedagógicas parecem ser uma abordagem para um tema com características interdisciplinares.”

“Textos suplementares, sugestões de atividades em grupo que tratem do tema Meio Ambiente, sugestões de leituras.”

De acordo com as respostas dos professores, notamos que a Educação Ambiental como parte integrante no ensino de Física do Ensino Médio não segue o princípio da Lei Ambiental, que, no seu art. 2º, afirma: “A Educação Ambiental é um comportamento essencial e permanente na educação nacional, devendo estar presente de forma articulada em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal”.

No ensino de Física, a Educação Ambiental tem sérias deficiências no aprendizado dos ensinos Fundamental e Médio.

educacao_ambiental3

Com relação aos livros didáticos de Física, o tema Educação Ambiental tem pouca difusão e apresentação desse conhecimento contemporâneo. Cabe ao educador, diante dessa deficiência do conteúdo Educação Ambiental nos livros didáticos de Física, passar e repassar essa conscientização como tarefa educativa, que exige curiosidade (FREIRE, p. 84-90), que é o contexto e o objeto de Educação Ambiental.

Alexandre Sérgio Alves Ferreira é professor de Física da rede pública de ensino e mestrando do Ensino das Ciências da UFRPE.
E-mail: alexandresaf@gmail.com

Giseide Maria Ferreira dos Santos é professora da rede pública de ensino e da Universidade Vale do Acaraú, em Pernambuco, na graduação do curso de Pedagogia e mestranda do Ensino de Ciências.
E-mail: giseidesantos@yahoo.com.br

Maria Marly de Oliveira é Ph.D. em Educação pela Universidade de Sherbrooke (Quebec), Canadá. É professora das disciplinas Metodologia da Pesquisa Científica e Metodologia do Ensino Superior no Mestrado do Ensino das Ciências da UFRPE e em cursos de Pós-graduação lato sensu na UPE/FCAP.
E-mail: mmarlyoliveira@uol.com.br

Referências Bibliográficas

ALBUQUERQUE, Eneri C. et al. (1997). O Processo de Formação de Conceitos: Uma Experiência Pedagógica. In: Espaços da Escola, ano 4. nº 24. PP. 05-12. Unijui.
BÁRBARA, Elena, et al. O Construtivismo na Prática. Porto Alegre: Armed, 2004.
DELIZOICOV, Demétrio, et al. Ensino de Ciências: Fundamentos e Métodos. São Paulo: Cortez, 2002.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Cortez, 2005.
MORIN, Edgar, et al. Educador para a Era Planetária: o Pensamento Complexo como Método no Erro e na Incerteza Humana, 2001.
OLIVEIRA, Maria Marly de. Como Fazer: Projetos, Relatórios, Monografias, Dissertações e Teses. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevies, 2005.

cubos