Edição 41

Mensagem Final

Gestão Escolar

Regina Cristina Guerra Fonsêca

A gestão tem que ser algo fenomenal, então vamos valorizar a gestão educacional.

Compete ao gestor estabelecer direcionamentos, mobilizando ações conjuntas que tenham seu envolvimento.

A gestão objetiva a aprendizagem efetiva do escolar, tornando-o capaz de os desafios da sociedade enfrentar.

O gestor educacional tem papéis importantes na educação, dentre eles a responsabilidade, o respeito e a comunicação.

A gestão administrativa e a pedagogia devem estar integradas, requerendo dos profissionais competências e atitudes inovadas.

A gestão inovadora deve apresentar sua própria cultura e no PPP se assegurar.

No Brasil, podemos encontrar três tendências de gestão escolar: a gerencial, a conservadora e a democrática.

A conservadora tem suas raízes no modelo tradicional de organização escolar. Cultiva o formalismo, a obediência e as normas.

Ainda nessa tendência, podemos observar que o cumprimento do dever tem mais valor que o profissionalismo e a competência.

A gestão democrática é conhecida como participativa, pois leva em consideração o professor e a sua contribuição.

A tendência gerencial aproxima-se da democrática, pois tem preocupação especial com a adaptação da escola e a condição local.

O bom gestor educacional deve se preocupar com os documentos exigidos para a escola funcionar.

Também deve visar um planejamento com metas, objetivos e estratégias.

Ele também deve ter uma coordenação eficiente, utilizando os recursos disponíveis de forma transparente.

Desenvolver a democracia, a autonomia e a participação fazem a diferença em uma boa gestão.

Fonte:

Regina Cristina Guerra Fonsêca é estudante do curso de Pedagogia com habilitação em Educação de Jovens e Adultos, em Salvador. Contato: reginaguerraba@hotmail.com.

cubos