Edição 11

Sugestão de Atividades

O jornal mural

Nas escolas encontramos, freqüentemente, jornais murais que são fruto de um esforço muito louvável de professores e alunos. E para que, cada vez mais, se aperfeiçoem e passem a ter verdadeiras características de jornal, abandonando pouco a pouco a feição de quadro de avisos ou exposição de trabalho, aí vão algumas sugestões práticas:

O jornal mural deve ser colocado num lugar bem visível, de preferência em corredor de passagem, onde seja possível parar para ler.

Não deve conter palavras cruzadas, charadas ou artigos e reportagens grandes demais.

Os textos não devem ser escritos com letras muito pequenas.

Aulas dadas ou trabalhos de classe podem fazer parte de um jornal mural, desde que o texto tenha características jornalísticas.

Convém que as matérias sejam renovadas, no máximo, a cada 2 dias, salvo raras exceções.

O material deve ser esteticamente distribuído e as seções apresentadas sempre no mesmo lugar, para que o leitor se habitue a achá-las no lugar de costume.

É preciso ter sempre em mente que a principal função do jornal é informar. Procure identificar quais os assuntos de interesse do seu leitor.

Jornal é informação, atualização, recreação, comunicação. As seções, assim delineadas, podem tratar de assuntos educacionais, sociais, esportivos, artísticos, femininos, entre outros, o importante é ter cuidado com a diversidade dos assuntos tratados.

As matérias podem ser apresentadas sob a forma de: pequenos artigos, notas (escritos curtos focalizando acontecimentos), reportagens (relatos de acontecimentos com maiores detalhes), entrevistas etc.

Assuntos a serem publicados num jornal mural escolar podem estar relacionados à:

Vida escolar – festas da escola, datas cívicas, matéria nova dada em classe (apenas comentários), excursões feitas pela escola, material novo adquirido, chegada ou saída de professores etc;

Notícia que acontece no Brasil, estado ou mundo – selecionadas de jornais e revistas. Como sugestão: organize ao redor de um mapa e ligadas por um fio de lã ao local onde se deu o fato;

Biblioteca – livros recém chegados, comentários de livros lidos pelos que fazem a escola. Gráficos de atendimento mensal, fotografia com dados bibliográficos de escritores, personalidades etc;

Alimentação – cardápio da semana (merenda escolar), valor nutritivo dos alimentos, receitas de fácil execução etc;

Vida social – aniversários (alunos, professores, funcionários), nascimento (irmão, filhos de professores), casamentos, falecimentos, doenças, fatos ocorridos no bairro etc; e

Curiosidade – pergunta que pode ser lançada e respondida na próxima edição do jornal.

Esperamos que estas sugestões ajudem aos atuais organizadores de jornais murais
e aos que não têm agora murais sob sua responsabilidade, quando os tiverem.

EMPLIFICANDO UM JORNAL MURAL

cubos