Edição 70

O livro da vez

O professor do futuro

Fabiana Andrade

hjalmeida_Depositphotos_864

Viver! E não ter a vergonha de ser feliz.
Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz…
Gonzaguinha

Era um jovem professor que carregava uma mala muito pesada. Quando perguntavam o que tinha dentro dela, respondia que eram as ferramentas necessárias para ser um bom docente. Algumas pessoas se surpreendiam quando pediam para que o professor abrisse a mala, porque nada havia lá. Então ele afirmava que era necessário despir-se do passado e conhecer a realidade presente para enxergar o momento futuro. Todos os professores que abriam a mala do jovem professor estavam presos a conceitos antigos, assumiam posturas ultrapassadas em sala de aula e não procuravam entender os anseios da nova geração de estudantes. Portanto, o futuro significava, para esses profissionais, algo muito distante e imprevisível.

O jovem professor, observando a dificuldade que os seus colegas de profissão tinham de enxergar o conteúdo daquela mala tão pesada, resolveu apresentá-lo. Disse que iria começar a retirar da bolsa as ferramentas que traçam o novo perfil do professor. O primeiro instrumento de trabalho exposto foi a boa formação, o aperfeiçoamento e a atualização. Alguns docentes chegaram a demonstrar fadiga só em olhar para esse componente que deve existir na mala de um mestre qualificado. A segunda ferramenta se refere ao uso das novas tecnologias como um recurso a favor dos conteúdos. Nesse momento, muitos resmungaram, imaginando o trabalho que teriam para aprender a usar o computador nas aulas e alguns outros eletrônicos. Um professor chegou a dizer que aquela mala já estava ficando pesada demais para um docente que não consegue sustentar nem a si mesmo com o péssimo salário que ganha. O jovem professor rebateu afirmando que, por ser uma mala tão pesada, não cabem mais lamentações, arrependimentos ou reclamações. É preciso carregá-la com otimismo, força e esperança em um futuro melhor. Quem faz o caminho é quem passa por ele. A profissão pode ser um peso para alguns docentes, mas um exercício fortalecedor para outros. Depende da visão de futuro de cada profissional da Educação.

O jovem professor continuou a retirar as ferramentas da sua bagagem. O terceiro instrumento mostra que é necessário conhecer as novas didáticas para ensinar cada disciplina com eficiência. Nesse instante, muitos professores coçaram a cabeça e cochicharam, lembrando-se da tarefa de realizar leituras constantes para aprofundar os conhecimentos sobre as didáticas específicas. Os próximos elementos da mala, o jovem professor decidiu jogar nos braços de seus colegas docentes e pediu que eles abraçassem as seguintes ideias para o cotidiano escolar: planejar e avaliar sempre, trabalhar bem em equipe, ter atitude e postura profissionais. Este último elemento deixou curiosos alguns professores, e um deles questionou o que, mais especificamente, significava pensar e agir como um verdadeiro profissional. O jovem professor respondeu que representa ter a convicção de que todos os alunos podem aprender, independentemente de como sejam ou em que contexto social vivam.

Depois de ter apresentado o conteúdo da mala pesada que carregava diariamente com satisfação, o jovem professor perguntou quem gostaria de se unir a ele para carregá-la também, e apenas alguns aceitaram o desafio. Então, o docente parabenizou os colegas e os qualificou como os professores do futuro, explicando que o amanhã é tempo presente e o passado já ficou para trás.

livros-5É hora de sintonizar os métodos de trabalho com o novo perfil de estudante que chega às escolas brasileiras. O professor do futuro é agente transformador da Educação atual, a fim de que ela dê passos largos rumo à melhoria da qualidade de ensino. Docente sem bagagem é mala vazia, sem conteúdo que enriqueça seu trabalho. É preciso ir além do salário que se ganha, valorizando a profissão que se escolheu e abraçando novas formas de exercê-la. O professor do futuro é você que não desanima diante das dificuldades do dia a dia escolar e sempre encontra maneiras criativas de contornar a falta de recursos, a indisciplina dos alunos e a escassez de funcionários que trabalham apoiando o docente. Poucos querem carregar a mala de um mestre qualificado, pronto para promover uma mudança significativa na Educação, pois exige esforço e coragem para vencer as adversidades da vida e seguir educando. Porém, você, professor do futuro, faz a diferença quando diz sim à sua profissão e não se importa com os obstáculos agregados ao seu trabalho de docente, mas trabalha para retirar a pedra do caminho. O jovem professor que abriu sua mala como quem abre o coração tinha 60 anos, mas o espírito e a mente que acompanham a evolução do mundo e as transformações do ser humano. Poderia ter solicitado a aposentadoria, mas preferiu continuar inovando na sua nobre missão de educar.

cubos