Edição 10

Lendo e aprendendo

Os balões pretos são igualmente bons

Um pretinho observava o homem dos balões na quermesse.
Evidentemente, o homem era um bom vendedor, pois deixou um
balão vermelho soltar-se e elevar-se nos ares, atraindo, desse modo,
uma multidão de jovens compradores em perspectiva.
Então ele soltou um balão azul, depois um amarelo e,
finalmente, um branco.

Todos foram subindo cada vez mais até desaparecerem.
O pretinho ficou bastante tempo olhando o balão preto, aí perguntou:
– Moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria
tanto quanto os outros?

O vendedor de balões deu ao garotinho um sorriso compreensivo.
Partiu o cordão que prendia o balão preto e, enquanto ele
se elevava nos ares, disse:

– Não é a cor, filho. É o que está dentro dele que o faz subir.

Fonte: O Enigma do Iluminado -
História de todos os tempos para meditação -
Anthony de Mello -
Edições Loyola – Volume 2

cubos