Edição 113

Projeto Didático

CNT raízes do Brasil: conhecendo nossas regiões

Colégio Novos Talentos – Rio de Janeiro/RJ

Período de execução

Dez dias no período junino.

Público-alvo

Corpo discente e comunidade escolar.

Mensagem

Exaltação ao Nordeste

Eita, Nordeste da peste,

mesmo com toda a seca,

abandono e solidão,

talvez pouca gente perceba

que teu mapa aproximado

tem forma de coração!…

Luiz Gonzaga de Moura

Conhecendo nossas regiões

PROJETO CNT EM RAÍZES DO BRASIL
Rio de Janeiro/RJ

Apresentação

Buscar a integração e a valorização do nosso país, bem como reconhecer que o Brasil é um dos maiores países em extensão territorial do mundo e que, para que a sua administração tivesse bom êxito, o governo o dividiu em cinco grandes regiões: Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste. O intuito é resgatar o estudo, o conhecimento e os aspectos naturais e culturais de cada região.

A regionalização atual foi elaborada em 1970 (sofrendo alterações a partir da Constituição Federal, de 1988).

Justificativa

Com o aproveitamento da época das festas juninas, que fazem parte do calendário e do PPP anual do colégio, buscou-se abranger uma maior variedade de culturas do espaço territorial brasileiro, enriquecendo a vida escolar e social dos alunos.

Área de conhecimento

Interdisciplinar.

Objetivos gerais

• Apresentar as cinco grandes regiões em que o Brasil está dividido.

• Valorizar os aspectos multiculturais presentes no território brasileiro.

Objetivos específicos

• Conhecer e apresentar as regiões brasileiras nomeando os estados e as capitais.

• Respeitar as mais variadas culturas.

• Aproximar a família do aluno ao espaço escolar.

• Conhecer diversos tipos de dança tradicional na cultura brasileira.

Sugestões de conteúdos específicos

• Regiões do Brasil

• Folclore regional

• Lendas (mitos/parlendas)

• Comidas típicas

• Receitas

• Aspectos políticos e demográficos

• Brincadeiras e jogos regionais

• Danças típicas regionais

• Diversidade religiosa brasileira

• Motivos para não soltar balão

• Fauna e flora regionais

Sugestões de atividades

• Elaboração de cartazes para os espaços de cada turma

• Apresentação de danças típicas

• Preparação de comidas típicas

• Confecção de enfeites para a culminância do projeto

• Produção de trabalhos manuais típicos de cada região

• Elaboração de murais para a exposição das atividades

Avaliação

Será feita a avaliação no decorrer da realização do projeto, prestando-se atenção ao desempenho e interesse e à participação de cada aluno nas atividades propostas em sala, aplicadas ao conteúdo, em cada etapa do projeto.

Culminância

• Festa regional com exposição de todos os trabalhos elaborados.

• Apresentação de danças típicas juntamente com a Festa do Milho (aberta ao público — a família e os convidados dos alunos).

Recursos materiais

• Som

• DVD

• TNT, isopor, tintas

• Diversos papéis

• Tesoura, etc.

Sugestões de pesquisa e palavras-chave

Sugestão de músicas para as danças

Cavalhadas, arquitetura de Brasília e música sertaneja.

Victor e Leo – Não precisa

Daniel – Dengo; Peão apaixonado

Jorge e Mateus – Flor
Festival de Parintins, folia de reis, carimbó, artesanato em argila e cultura indígena.

Calypso – Canto de carimbó; Pra dançar Carrapicho – Festa do boi-bumbá

Leonardo – Índia

Fafá de Belém – Siriá
Origem do funk carioca, samba e bossa nova, Rio de Janeiro (turismo) e queijo (vindo de Minas Gerais).

Alexandre Pires – Mineirinho; Sai da minha aba

Diogo Nogueira – Malandro é malandro

Sambô – Não deixe o samba morrer

Zeca Pagodinho – Deixa a vida me levar

Jorge Aragão – Coisinha do pai

Capoeira, axé, forró, bonecos de Olinda, cangaceiros, baianas, frevo, quadrilha tradicional e presença africana.

Zé Ramalho – Frevo mulher

Rastapé – Colo de menina

Dominguinhos – Eu só quero um xodó

Luiz Gonzaga – Baião

Falamansa – Xote da alegria

Bicho de pé – Nosso xote

Pau de fitas, churrasco, chimarrão, chá-mate, neve no Brasil (clima) e influência europeia.

Imagens: MesquitaFMS, Diego Grand, T photography, CP DC Press / Shutterstock.com; sunsinger / Depositphotos.com; Freepik.com

No Colégio Novos Talentos, o projeto foi assim desenvolvido pela equipe pedagógica:

• Data: de 08 a 19/07/20, sendo o dia 17 reservado para a exposição das atividades propostas em geral e o dia 19 para a Festa do Milho, com as apresentações típicas do projeto.

• Público-alvo: corpo discente e comunidade escolar, no dia marcado para a exposição.

• Mediador: Professor regente da turma.

• Representante legal: Cláudia Oliveira.

• Projeto elaborado pela professora articuladora: Carla Marinho.

Organização das regiões trabalhadas por turmas:

• Região Norte: Turno da manhã (alunos do Ensino Fundamental, anos finais)

• Região Nordeste: Turma da Educação Infantil

• Região Centro-Oeste: Turma do 1o ano

• Região Sul: Turmas do 2o e 3o anos

• Região Sudeste: Turmas do 4o e 5o anos

Apresentações de danças regionais por turmas:

• Região Sudeste: Turma da Educação Infantil

• Região Sul: Turma do 1o ano

• Região Nordeste: Turmas do 2o, 3o, 4o e 5o anos

Brasil de Bombacha – Os monarcas

Os Serranos – Bailes do meu rincão

Qualquer música junina pode ser usada para a dança de pau de fitas

 

cubos