Edição 24

O livro da vez

Recontos de Katia Canton

EM HOMENAGEM AOS 200 ANOS DE ANDERSEN

As histórias, na obra de Andersen, confundem-se com sua vida.

Em A rainha da neve, O patinho feio, Polegarzina, O valente soldado de chumbo, A pequena vendedora de fósforo e A roupa nova do rei, há muito da vida de Andersen. Esse foi um dos critérios que Katia Canton, apaixonada e especialista em contos de fadas, usou para fazer a seleção das histórias que recontou nesse livro. Histórias que também são as favoritas de Katia. O livro traz ainda uma biografia de Hans Christian Andersen, escrita em forma de conto, e o trabalho de seis artistas contemporâneos (Beth Moysés, Nina Moraes, Renata Pedrosa, Silvia Meozzi, Alzira Fragoso e Gabriel Veiga Jardim), convidados por Katia Canton a realizar a missão de interpretar cada história por meio de ilustrações. Além do trabalho dos artistas contemporâneos, essa edição comemorativa tem ilustrações de Vilhelm Pedersen,* considerado o primeiro ilustrador das histórias de Andersen, editadas na Dinamarca. O resultado foi surpreendente. “Sempre que reconto um conto de fadas procuro torná-lo contemporâneo por meio de uma linguagem que não modifique a história. Nesse livro, busquei deixar claro o quanto a obra de Andersen tem de sua vida e manter esse viés do afeto muito vivo”, conclui a autora.

Outro título de Katia Canton, lançado pela Editora Difusão Cultural do Livro (DCL), em que a autora reconta Andersen, é Chocolate quente na neve – Histórias dinamarquesas de Andersen. Ilustrado por Leda Catunda, esse livro faz parte da coleção Arte conta histórias.

Hans Christian Andersen nasceu em 1805, na cidade de Odense, na Dinamarca. Andersen foi aprendiz de alfaiate e operário em uma fábrica de fumo. A partir de 1805, com o despertar de seu talento literário, escreveu uma coleção de poemas. Morreu em 1875 e deixou mais de 150 contos.

Katia Canton é de São Paulo. Estudou Arquitetura, Jornalismo, Dança e Arte. Mestre e doutora pela Universidade de Nova York, desenvolveu projetos sobre os contos de fadas na literatura. Pela Editora Difusão Cultural do Livro (DCL), já lançou dezoito títulos.

*Vilhelm Pedersen nasceu em 1820 e morreu aos 39 anos. Chegou a ser primeiro-oficial da Marinha da Dinamarca, mas abandonou a carreira para se dedicar aos estudos na Academia de Copenhague. Pedersen ilustrou os primeiros livros de Andersen. Site: www.editoradcl.com.br

cubos