Edição 47

É dia...

Um amigo é quem gosta de você

Jessica W. S. Costa

amigo

A criança precisa valorizar o amigo e respeitar o próximo. Toda boa amizade deve ser cultivada, deve ser recíproca, não ter barreiras de cor, sexo e posição social.

São propostas às crianças, neste trabalho, ações educativas que elas possam incorporar em seus hábitos de vida.

Justificativa

Cultivar a amizade desde a infância tem um efeito mágico. Trabalhar a amizade é algo imediato. A amizade se constrói com o outro, nas ações do dia a dia.

O sentimento por alguém é algo pessoal, interno. No entanto, mesmo que não seja um sentimento positivo, temos de respeitar todas as pessoas.

amigo2

Perfil do grupo

Crianças de 5 e 6 anos de idade em processo de alfabetização, participantes e com grande interesse nas atividades propostas.

Objetivos Conceituais

- Perceber hábitos importantes da vida cotidiana que vão ajudar a criança a ser uma pessoa agradável com os outros.
- Fazer com que a criança preste atenção nas regras de convivência, refletindo sobre o respeito que cada um tem pelos outros e por si.
- Aprender a compartilhar as coisas de forma prazerosa e aprender o que significa ser generoso.
- Ampliar o vocabulário.
- Ler e interpretar imagens.
- Reconhecer o que faz bem e o que faz mal para o amigo.
- Adquirir hábitos de trabalhar em grupo.
- Reconhecer e valorizar o número.

amigo3

Procedimentais

- Produzir trabalhos de artes.
- Explorar textos a partir do autoconhecimento.
- Coletar dados por meio de entrevistas.
- Desenvolver a capacidade criadora.
- Estimular a criatividade.
- Registrar experiências vividas pelo grupo.
- Reconhecer histórias lidas pela professora.

Atitudinais

- Respeitar e valorizar o próximo.
- Apreciar e ler vários tipos de texto.
- Apresentar atitudes de colaboração.
- Desenvolver o autoconhecimento.
- Interagir com outros e ampliar seu conhecimento de mundo.
- Confrontar realidade e fantasia.

Janelas

- Linguagem oral e escrita.
- Matemática.
- Artes visuais.
- Música.

Etapas

1. Iniciar o projeto com a leitura do livro Amigos Até Debaxo d’água, de Therezinha Casasanta e André Vilela, para que as crianças façam o reconto coletivo, oralmente e depois, se possível, a cópia.

2. Conversar com as crianças sobre a amizade. O que é ser amigo? O que é legal o amigo fazer? O que não é legal ele fazer? Registrar as respostas em um cartaz e expor na sala. Atividade em folha: Pedir às crianças que desenhem si próprias e seu melhor amigo.

3. Confeccionar com as crianças outros cartazes para espalhar
pela escola com o título Amizade é… Cada criança vai escrever o significado de amizade para ela.

4. Afixar na sala um envelope para cada criança com seu nome. Elas poderão escrever para os amigos e colocar os bilhetes nos envelopes corretos. No final da semana, a professora faz a leitura dos bilhetes e cola-os em uma folha para anexar ao projeto.

5. Procurar em revistas gravuras que simbolizam a amizade e expô-las na sala.

6. Brincadeira de roda: Com base na cantiga popular “Eu fui à Bahia comprar um chapéu da cor da lua, da cor do céu. Não é para mim, não é para ninguém, é para o amigo que quero bem”, pedir às crianças que escolham um amigo, entreguem o chapéu a ele, copiem a letra da música em uma folha e ilustrem-na.

7. Atividade em folha: Escolher o chapéu que gostaria de dar a um amigo, escrever o nome do amigo e colorir.

8. Atividade em folha: Escolher os amigos de toda a escola e escrever o nome deles em ordem alfabética.

9. Atividade em folha: Ler o poema e responder às perguntas. Iniciar a confecção do álbum de figurinhas.

10. Atividade em folha: Colocar as cenas das histórias em ordem cronológica e produzir uma história coletiva. Fazer a cópia do texto criado.

11. Atividade em folha: Entrevistar um amigo e apresentá-lo para a turma.

12. Atividade em folha: Escrever características das pessoas que estão nas fotos, respeitando as diferenças.

13. Atividade em folha: Fazer o acróstico da palavra amizade. Trabalhar outras palavras relacionadas a sentimento.

14. Produzir uma história em quadrinhos que tenha três partes.

15. Registrar a fábula O Ratinho e o Leão através de atividades artísticas.

16. Iniciar o Livro do Amigo.

17. Relaxamento e amigo-secreto: As crianças deitam sobre almofadas, e a professora as incentiva, em voz baixa, a soltar a imaginação. Pode dizer, por exemplo: “Imaginem um lugar lindo onde vocês adorariam brincar”. As crianças relaxam nessa posição por cerca de dez minutos, com os olhos fechados. Depois, a professora distribui folhas e lápis de cor e pede para cada um desenhar aquele lugar que imaginou. Em um pote, devem ser colocados papeizinhos com o nome de todos os alunos que participaram da atividade. A professora pede para que cada aluno tire um papelzinho. Todos abrem ao mesmo tempo. Em um momento de confraternização geral, cada aluno procura o colega sorteado e lhe entrega de presente o desenho que fez.

amigo4

Avaliação

Fazer o projeto semanalmente, porque a proposta é nova e várias situações podem surgir. A cada situação, colher a opinião das crianças e registrá-la no projeto. Pedir para que, em casa, os pais mandem depoimentos sobre resultados positivos ou negativos relacionados ao projeto.

Duração

Aproximadamente um bimestre.

Jessica W. S. Costa é pedagoga e pós-graduada em Educação Infantil.

Fonte: Revista Criar – Revista de Educação Infantil. Ano 3, n. 14, março/abril, Criarp Ltda., 2007.

cubos