Edição 124

Matéria Âncora

Literacia e numeracia

Denise Carneiro

O termo literacia, utilizado na pedagogia de Portugal e da Espanha, diz respeito ao conjunto das habilidades da leitura e da escrita (identificação das palavras escritas, conhecimento da ortografia das palavras, aplicação aos textos dos processos linguísticos e cognitivos de compreensão). O vocábulo é adaptado do inglês literacy, de origem anglo-saxônica (Morais, 2013). Já o termo numeracia se origina do inglês numeracy e foi usado pela primeira vez em 1959 para designar a capacidade de raciocínio quantitativo aliada a alguma compreensão do método científico, sendo comum a sua utilização na literatura de língua inglesa (Santos e Dias, 2015). Os dois conceitos são pouco utilizados por pesquisadores brasileiros.literancia-numerancia

No entanto, a partir do Decreto nº 9.765, de 11 de abril de 2019, que institui a Política Nacional de Alfabetização (PNA), esses conceitos passaram a fazer parte do cotidiano das escolas brasileiras, pois a PNA começou a utilizar o termo literacia para se referir ao conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes relacionadas com a leitura e a escrita e sua prática produtiva; enquanto numeracia nomeia o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes relacionados com a Matemática.

Em agosto de 2019, o Ministério da Educação (MEC) lançou o Caderno da Política Nacional de Alfabetização, que vem complementar o decreto, trazendo uma divisão da literacia em três níveis de conhecimento:

1. Literacia básica – Refere-se à aquisição das habilidades fundamentais para a alfabetização.

2. Literacia intermediária (do 2° ao 5° ano do Ensino Fundamental) – Trata das habilidades mais avançadas, como a fluência em leitura oral, que é necessária para a compreensão de textos.

3. Literacia disciplinar (do 6° ano ao Ensino Médio) – Trata das habilidades de leitura aplicáveis a conteúdos específicos de componentes curriculares, como Geografia, Biologia e História.

numerancia

[...] a numeracia envolve a capacidade de, perante uma situação específica, inferir que conceitos matemáticos devem ser aplicados.

Retomando o conceito de numeracia, de acordo com Santos e Dias (apud GAL, 2000, p. 12) o termo descreve “[...] o conjunto de competências, conhecimentos, crenças, disposições e formas de pensar — assim como as capacidades comunicativas e de resolução de problemas — necessário para lidar eficazmente com as situações do mundo real ou funções contendo elementos matemáticos ou quantificáveis”. Quando levamos a numeracia para dentro da sala de aula, precisamos ter clareza de que não estamos tratando apenas a compreensão abstrata da Matemática, mas, sim, da competência de empregar as ferramentas matemáticas para resolver problemas simples e complexos da vida moderna. Esse pensamento é ratificado por Santos e Dias quando afirmam que as competências associadas à numeracia “[...] incluem a compreensão de cálculos básicos, tempo, dinheiro, medidas, estimações, lógica e a realização de operações multietápicas. Mas, sobretudo, a numeracia envolve a capacidade de, perante uma situação específica, inferir que conceitos matemáticos devem ser aplicados”.

O termo literacia, utilizado na pedagogia de Portugal e da Espanha, diz respeito ao conjunto das habilidades da leitura e da escrita (identificação das palavras escritas, conhecimento da ortografia das palavras, aplicação aos textos dos processos linguísticos e cognitivos de compreensão).

 

Denise Carneiro Nascimento tem bacharelado e licenciatura em Letras; especialização em Linguística aplicada ao ensino da Língua Portuguesa; Especialização em Literatura, Ensino e outras Linguagens; e é assessora pedagógica da Editora Construir.

Referências
BRASIL. Ministério de Educação. Secretaria de Alfabetização. Política Nacional de Alfabetização – PNA. Brasília: MEC, Sealf, 2019.

GABRIEL, Rosângela. Letramento, alfabetização e literacia: um olhar a partir da ciência da leitura. Revista Prâksis, Novo Hamburgo, v. 2, jul./ dez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20/02/2022.

MORAIS, J. Criar leitores: para professores e educadores. São Paulo: Manole, 2013.

SANTOS, C.; DIAS, C. Numeracia: uma janela com vista para a sociedade da informação. In: Congresso Literacia, Media e Cidadania, 3, 2015, Lisboa. Atas, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade Universidade do Minho. Disponível em: . Acesso em: 20/02/2022.

cubos