Edição 116

Editorial

Editorial

Zeneide Silva

O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila.

- Josué  (personagem bíblico)

 

É com grande prazer que apresentamos o primeiro número da Construir Notícias no ano de 2021. Desde sua primeira edição, assumimos o compromisso com a qualidade do processo educacional, buscando nos tornar referência quando se procura indicar recursos pedagógicos para uso de professores e especialistas em educação.

Diante desse compromisso, procuramos, a cada edição, escolher um tema que seja de grande importância para a nossa reflexão e o nosso fazer pedagógicos.

Nesta edição, falaremos sobre a escuta, tendo como referência o belíssimo texto de Rubem Alves Escutatória. Na maior parte do tempo, nossa mente está tão repleta de pensamentos que não temos espaço para ouvir ninguém — nem a nós mesmos.

Nossos pais e professores devem ter repetido muitas vezes para nos lembrar de uma série de coisas, palavras, noções e conceitos, e acreditávamos que esse estoque mental seria útil para a nossa vida. Porém, diante da agitação em que vivemos hoje, algumas vezes temos dificuldade de manter uma conversa real com alguém, sentimos dificuldade na hora de escutar e entender o outro.

Muitos de nós vivem sobrecarregados. Não parecemos ter espaço necessário para realmente ouvir e entender os demais. No dia a dia da nossa sala de aula, com certeza sentimos dificuldade de escutar o outro, é mais fácil gritar. Ninguém precisa ser um profissional de saúde mental para saber escutar.

O que todos precisamos, num primeiro momento, é de tranquilidade e leveza, além de paz para o nosso corpo e espírito. Só então seremos verdadeiramente capazes de escutar o outro.

Thich Nhat Hanh — monge, líder espiritual e ativista da paz —, em seu livro Silêncio, diz que o escutar exige certa prática. “Reserve um tempo, todos os dias, para ficar atento à sua respiração e aos seus passos, para trazer sua mente de volta ao corpo… para lembrar que você tem um corpo! Separe um tempo, todos os dias, para ouvir com compaixão a criança que você carrega dentro de si, para escutar as pequenas coisas que clamam para serem ouvidas. Depois, você saberá como ouvir os demais.”

O silêncio é a melhor base para uma observação profunda. Nas palavras de Confúcio: “Os céus não dizem nada”. Ainda assim, os céus podem nos dizer muita coisa se soubermos ouvi-los.

Ainda nesta edição, resolvemos, no âmbito das comemorações do centenário do grande educador Paulo Freire, abrir uma seção sobre a vida e obra desse que é o mais influente educador brasileiro, com o apoio e a competência da Dra. Targélia Albuquerque.

Assim, a Construir Notícias, em seu 20º ano, continua a dar sua contribuição àqueles que lutam por um sistema educacional que oportunize ao educando uma escuta ativa e a autorrealização.

Enfim, queremos continuar contando com vocês nesta empreitada. Afinal, não se constrói um país sem educação.

Feliz 2021!

Feliz vida!

Grande abraço,

ASSINATURA_ZENEIDE_NOVA

@profzeneidesilva

cubos