Edição 135

Fique por dentro

Apoio escolar: seis fatores para identificar se seu filho precisa

O apoio escolar pode auxiliar o aluno a superar desafios acadêmicos e emocionais. Alguns estudantes podem precisar desse suporte adicional para prosperar no ambiente educacional por diversos motivos; e, fora da sala de aula, os pais e responsáveis são importantes para identificar essa necessidade.

É bem comum estudantes precisarem de apoio escolar para superar os desafios acadêmicos e profissionais. Os pais e responsáveis têm um papel muito importante: identificar essa necessidade, já que os motivos podem ser variados.

Saber identificar esses fatores e reconhecê-los pode assegurar um melhor desenvolvimento socioeducativo para a criança ou o adolescente. Neste conteúdo, vamos auxiliar a identificá-los.

Lembre-se de que a detecção precoce e o suporte adequado podem fazer uma diferença significativa na jornada acadêmica e emocional.

Como identificar se o aluno necessita de apoio escolar?

Queda no desempenho escolar

Se um aluno que antes se saía bem nas atividades da escola começa a apresentar baixo desempenho e não demonstra melhorias após tentativas de ajuda, isso pode ser um sinal de que ele está enfrentando desafios no aprendizado e precisa de apoio escolar adicional.

Para isso, os pais/responsáveis podem monitorar as notas e avaliações e observar se há uma tendência de queda de rendimento nas avaliações escolares. Converse com os professores para entender se há preocupações acadêmicas e/ou comportamentais.

Desinteresse ou evitação da escola

Outro fator que pode evidenciar a necessidade do apoio escolar são indicações de que algo está afetando negativamente sua experiência na escola, como: demonstrar desinteresse pelas atividades, relutar em ir para a escola ou criar diversas desculpas para não comparecer às aulas.

Há diversos fatores que podem causar essas reações. De todo modo, é importante observar se a falta de entusiasmo pode ser devido a bullying ou se essa situação pode surgir devido ao tédio ou à falta de identificação com o projeto pedagógico, o que pode impactar negativamente o envolvimento do aluno nas aulas.

Dificuldades persistentes de concentração

A capacidade de concentração do aluno também pode ser indicativa de que ele precisa de apoio escolar. Assim, caso haja diminuição consistentemente do foco e ele demonstrar dificuldades em prestar atenção nas aulas ou completar as tarefas em casa, isso pode ser um sinal para os responsáveis e para a gestão pedagógica.

Vale ressaltar que a queda na concentração e no foco de um aluno pode estar relacionada a diversos fatores, e nem todos estão, necessariamente, ligados ao projeto pedagógico da escola. Esses motivos podem incluir questões de saúde, emocionais, familiares ou até mesmo transtornos de aprendizagem.

Portanto, é importante que os pais e responsáveis considerem essa questão com sensibilidade e estejam dispostos a investigar a causa subjacente, inclusive avaliando o ambiente doméstico e social no qual o aluno está inserido e procurando a ajuda de um profissional da área.

Mudanças no comportamento

Mudanças acentuadas no comportamento emocional, como irritabilidade, ansiedade ou tristeza constante, podem indicar que a criança ou o adolescente está enfrentando dificuldades na escola que precisam ser investigadas por um profissional da área.

Nesse sentido, mudanças no comportamento não devem ser ignoradas ou simplesmente atribuídas a fases normais de crescimento. Esses sinais podem indicar que o aluno está enfrentando dificuldades significativas na escola que precisam ser abordadas com atenção e cuidado.

É necessário estar atento a essas mudanças de comportamento e procurar compreender a causa. Ao conversar com seus filhos sobre seus sentimentos e suas preocupações, os responsáveis podem identificar os desafios específicos que estão impactando seu bem-estar emocional e buscar apoio.

É fundamental lembrar que as emoções das crianças e dos adolescentes são tão válidas quanto as dos adultos e merecem ser tratadas com empatia e respeito.

Problemas nas relações sociais

Problemas nas relações sociais são sinais importantes que os pais devem observar atentamente, como, por exemplo, se uma criança ou um adolescente está tendo dificuldades em fazer amigos na escola, está sendo vítima de bullying ou se isolando socialmente. Esses fatores podem ser indicativos da necessidade de apoio escolar para desenvolver habilidades emocionais.

Quando os pais e responsáveis perceberem esses sinais, é fundamental manter uma comunicação aberta e receptiva. Eles devem estar atentos a quaisquer mudanças no comportamento social de seus filhos ou relatos de conflitos com outras pessoas.

Pedidos frequentes de ajuda

O aluno está constantemente pedindo ajuda para fazer suas tarefas escolares e não está progredindo de forma independente? Também pode indicar que ele precisa de apoio escolar. No entanto, isso não deve ser visto como um sinal de fraqueza ou falta de habilidade por parte do aluno.

Cada estudante é único, e o ritmo de aprendizado pode variar. Para os pais e familiares, é essencial adotar uma abordagem empática e de apoio ao lidar com pedidos constantes de ajuda. Em vez de repreender por sua dependência, precisam demonstrar compreensão e incentivar a busca por soluções juntos.

De todo modo, é importante que os pais estejam atentos a esses sinais e estejam dispostos a buscar ajuda, seja por meio de conversas com professores, conselheiros escolares ou profissionais de educação.

O que pode ser feito?

Se você identificou algumas das características mencionadas, confira, a seguir, dicas do My Life que podem ajudar o aluno:

• Considere a possibilidade de contratar um tutor particular em conjunto com a escola.
• Explore alternativas educacionais, como aulas extracurriculares que despertem o interesse da criança ou do adolescente.
• Avalie se a falta de concentração está relacionada a fatores externos, como ambiente de estudo em casa.
• Incentive a expressão de sentimentos e preocupações, tratando suas emoções com empatia e respeito.
• Busque apoio emocional, seja por meio de um conselheiro escolar ou profissional de saúde mental, se necessário.
• Mantenha uma comunicação aberta e receptiva para que seu filho se sinta à vontade para compartilhar suas experiências sociais.
• Esteja atento a qualquer sinal de isolamento ou conflitos constantes com colegas.

Vale ressaltar que a parceria entre pais/responsáveis, escola e profissionais de educação é fundamental para garantir que as necessidades acadêmicas e emocionais do aluno sejam atendidas.

Apoio escolar: 6 fatores para identificar se seu filho precisa. Instituto Ayrton Senna, 2023. Disponível em: https://blog.mylifesocioemocional.com.br/apoio-escolar/. Acesso em: 04 dez. 2023.

cubos