Edição 135

Fique por dentro

Você consegue ficar sem celular?

1. Mesmo quando está com pressa, o que não deixa de fazer antes de sair de casa?

2. Durante uma viagem de carro, como você se distrai?

3. O que você faz antes de dormir?

4. Em que momentos você fica mais tempo de olho no celular?

 

5. Passar um dia inteiro num lugar onde não existe sinal de telefone nem de Internet seria:

6. De que forma você mais se comunica com seus amigos?

7. Imagine que sobrou dinheiro da sua mesada. O que você faz com ele?

8. Se vai fazer um passeio em outra cidade, como tira fotos dos locais visitados?

9. Você precisa anotar uma informação importante, antes que se esqueça dela. Então:

10. O que nunca falta na sua mochila?

11. Você está na casa de um amigo, e a bateria do seu celular acaba. E agora?

E AÍ?

Se marcou mais
Parece que você viveria bem se celular — às vezes, talvez até se esqueça da existência dele. Não se apegar ao aparelho é legal, mas lembre-se de que ele é útil e pode facilitar a vida.

Se marcou mais
Apesar do sofrimento, você ficaria sem o celular, mas apenas por um tempo. Você curte o aparelho, no entanto não chegou ao nível de se desesperar se a bateria acabar ou o celular quebrar.

Se marcou mais
Ficar longe do celular é terrível para você, que está sempre checando se chegou uma nova mensagem e vive ligado em aplicativos legais. Celulares são mesmo muito úteis, mas tome cuidado ao exagerar e ficar o tempo todo só de olho nele!

Revista Recreio. São Paulo: Grupo Perfil, ano 15, n. 72, mar. 2015.

cubos